segunda-feira, 26 de setembro de 2016

dos outros

Tenho de confessar algo a meu respeito. Do que me tenho vindo a tornar. E, isto, porque não consigo entender porque mudei tanto nos últimos anos. 
Os outros e aquilo que pensam de mim, se gostam ou não de mim. Não dou importância alguma a isso. Mas a diferença é tanta que chega a ser difícil de acreditar. Do que me importava, para agora. 
Há uns anos, quando cheguei a Proença-a-nova, não tinha ninguém, amigos. Não tinha amigos e o que eu dava para ter. Como precisava tanto. O Carlos trabalhava em Espanha e eu estava sozinha. Estagiava na Câmara Municipal. E de amizades, estava já toda a gente a minha volta cheia. Não que tenha sido muito duro para mim. mas apenas precisava imenso de amigos. Ali ao pé de mim. 
Talvez o passar do anos nos leve a gostar mais de estar connosco. De estarmos sozinhos e sermos perfeitos para companhia. Porque é isso que sinto. Sou perfeita para mim. Não posso dizer que agora não tenho amigos. Fiz dois ou três que adoro de coração e sabem disso. E as outras, as amizades de longe, sei que sempre vão ficar. 
A sensação agora é completamente diferente. Como se estar apaixonada por mim fosse suficiente. E aquilo que pensam irrelevante. E muita gente não deve gostar de mim, não sei bem porquê. mas talvez por ser diferente. Ou não gostam mesmo só por olharem para mim. Como aquela mãe de um miúdo da sala do meu menino. Eu achava que era do feitio dela, não olhar para mim, nem me responder ao bom dia, nunca me desejar bom dia. mas depois vi que ela é super simpática para toda gente. Um pessoa que não conheço. não sei onde mora. Nunca a vi na minha vida senão nas escola dos miúdos e não gosta de mim. Não gosta de mim só de olhar para a minha cara. E, isso, pouco me importa. (continuo a dizer o meu bom dia).

1 comentário:

  1. Tal e qual Sandrita...nós com o passar do tempo pouco nos importa que gostem de nós ou não...somos nós, quem está e nos ama interessa , tudo o resto pouco importa, é uma coisa que não nos chateia, de todo!
    Gosto da tua forma de estar, da tua determinação...sê feliz, muito, muito!Mulher de armas!!!
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar